fbpx
28 de abril | Cidade dos MeninosSistema Divina Providência

A importância da educação financeira para o Jovem Aprendiz.

Por Anna Olívia Andrade Miranda

 

No Programa Jovem Aprendiz, a educação financeira e para o consumo é um dos assuntos abordados, de acordo com os conteúdos de formação humana e científica previstos na Portaria 723/2012 do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), que reforça a sua importância, considerando que os jovens estão sendo inseridos no mercado de trabalho e consequentemente começam a lidar com as próprias finanças.

O início da vida financeira dos jovens também é marcado pelo acesso a diversos serviços e produtos (físicos e digitais), como a conta bancária e os cartões de crédito, além de uma vasta possibilidade de investimentos, desde os mais tradicionais, como a poupança, aos mais ousados, como as moedas digitais.

Considerando as inúmeras alternativas e facilidades, oferecidas principalmente por instituições digitais, é cada vez mais importante que os jovens tenham orientações e informações para respaldar as suas decisões e os ajudar a fazer escolhas sustentáveis e assertivas, visto que a maioria não foi ensinada a pensar sobre o dinheiro com disciplina, planejamento e autocontrole.

A pesquisa “Geração Z: gestão das finanças pessoais“, realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), reitera essa inabilidade do público jovem para lidar com as próprias finanças, pois aponta que 37,4% dos jovens na idade entre 18 e 24 anos já tiveram o nome sujo e 47% não fazem controle dos gastos. (pesquisa disponível na íntegra em: www.cndl.org.br)

Felizmente, desde o início de 2020, o Ministério da Educação (MEC) tornou a educação financeira matéria obrigatória na Base Nacional Comum Curricular, fato muito positivo pensando na formação das futuras gerações.

Para a equipe do Programa Jovem Aprendiz, abordar esse assunto com a devida seriedade, instigando no jovem a reflexão para o uso consciente do dinheiro, é mais que um direcionamento legal, é um compromisso social que todos encaram com muita responsabilidade.

Outras notícias

22/10/2021 A Cidade dos Meninos recebeu nesta semana doações... Leia mais
15/10/2021 Conforme autorizado pela Prefeitura de Ribeirão das Neves,... Leia mais
08/10/2021 “O início do sonho foi em 2009 quando... Leia mais
01/10/2021 Conforme autorizado pela Prefeitura de Ribeirão das Neves,... Leia mais